5 fontes de informação poderosas para alavancar suas pesquisas em saúde

"Muitas vezes, sentimo-nos impotentes perante o vórtice informacional, no qual se acoplam meios e mensagem, em uma poderosa sinergia geradora de compulsividades, tanto ligadas à impraticável atualização de conhecimentos como à busca insaciável de orientações, preceitos, aconselhamentos, referências. Em especial aquelas dirigidas ao âmbito da saúde, que, infelizmente, tendem também a carecer de perenidade." (CASTIEL e VASCONCELLOS-SILVA, 2006, p. 46)

Você também sente esta impotência do quando dá de cara com o levantamento bibliográfico de sua pesquisa? Difícil saber para que lado nadar num oceano de informações, principalmente quando você está em alguma área da saúde, né? Pois bem.. foi por perceber isso que me encantei pela área de informação em saúde e decidi mergulhar de cabeça para ajudar profissionais como você.

Em minha principal atividade profissional, lá no IMIP, quando vou orientar estudantes e profissionais que buscam por informação, tanto pra se atualizar/formar quanto para desenvolver pesquisas, indico as seguintes fontes de informação para começar:

bireme

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS/Bireme) – é um portal que promove o acesso livre e democrático à fontes de informação científica e técnica em saúde da América Latina e do Caribe, englobando bases como a Lilacs e Medline, além de inúmeras coleções gerais e temáticas alimentadas pela Rede BVS.

psbe

Portal de Saúde Baseada em Evidências – fornece aos profissionais de saúde acesso à informação {baseada em evidências} atualizada e revisada sistematicamente para apoiar a prática clínica e a tomada de decisões para o atendimento ao paciente  e a gestão em saúde. Para acessá-lo é necessário ter registro em seu conselho profissional (de saúde) para fazer um cadastro e liberar o acesso. As bases disponíveis hoje no portal são: Access Medicine, BVS Atenção Primária à Saúde, BVS Enfermagem, BVS Odontologia, Bulário eletrônico, Dynamed, Epistemonikos, Jama Evidence, Micromedex, Nursing Reference Center, ProQualis, Rebrats e Rehabilitation Reference.

Essas fontes aí de cima você consegue acessar de casa. Já estas três aí de baixo também super indico, mas elas são de acesso restrito e misto {tem bases de acesso livre e restrito}, pois lá no IMIP temos acesso a todas elas.

capes

Bases de saúde do Portal de Periódicos da Capes – já citei o Portal Capes num post aqui do blog. Lá você consegue acessar mais de 100 bases de informação em saúde, e pode acessar ainda mais que isso se estiver em numa instituição que tenha o convênio com a Capes {geralmente universidades federais e estaduais têm convênio}. Essas 100 bases de saúde {hoje consegui recuperar 139 de acesso livre, pra ser mais específica} você pode buscar por área do conhecimento no link buscar base, se você estiver acessando de uma instituição conveniada você conseguirá acessar um número maior de bases. Havendo alguma dificuldade na busca, você pode se cadastrar num web treinamento oferecido pelo próprio portal. E tem até aplicativo na Google Play e Apple Store. 😉

uptodate

UpToDate – é uma ferramenta de suporte a decisões médicas baseada em evidências, confiada pelo mundo todo por profissionais de saúde para ajudá-los a tomar as decisões certas no local de atendimento. Dispõem de mais de 10 mil tópicos abrangendo diversas especialidades médicas. Para acessá-la é necessário ter assinatura para pessoa física que custa por volta de US$ 500 por ano para profissionais e menos da metade desse valor para estudantes.

bmj

British Medical Journal – é um provedor de mais de 60 títulos científicos na área de saúde, dentre eles um dos mais antigos periódicos em saúde do mundo: o British Medical Journal {hoje, The BMJ}. Oferece amplo conteúdo científico distribuido nas plataformas, BMJ Journals Collection, BMJ Best Practice, BMJ Learning, BMJ Quality. O acesso é por meio de assinatura, mas alguns de seus títulos estão disponíveis no Portal da Capes.

Pronto! Com estas dicas de fontes dá tranquilamente para você iniciar e alavancar sua pesquisa em saúde. E qualquer dia desses poderíamos marcar um encontro on-line pra eu te mostrar as bases com mais detalhes. Que tal? 🙂

PS: E aí, gostou do post? E do blog? Tire dúvidas, critique e dê sugestões {abuse dos comentários aqui e na nossa fanpage}. Ah! E não esqueça de se cadastrar em nossa Lista Vip, clique aqui e receba dicas exclusivas além de novidades super úteis. 😉