4 conselhos que ajudarão você a decidir se deve citar a Wikipédia

wikipedia

Olá! Sem dúvida você já deve ter ouvido falar ou recorrido à Wikipédia pra tirar uma dúvida rápida ou ficar por dentro de algum tópico de seu interesse. Acertei? Pois vou te dizer: acho ótima essa fonte! Sempre vi com bons olhos as plataformas de conteúdo colaborativo… e a Wikipédia traz um número gigante de verbetes que ajudam a esclarecer muita coisa, pra muita gente.

O mais legal e assustador é que ela tá ali: de graça na web pra quem quiser consultar! Legal porque o acesso é absolutamente simples {intuitivo} e democrático. Assustador porque qualquer pessoa do planeta pode colaborar com o conteúdo {que pode ser confiável ou não}, desde um especialista à um simples curioso. {Doideira, né?}

Mas há uma certa resistência à aceitação de citações da Wikipédia em trabalhos acadêmicos. Enquanto muitos não defendem, outros defendem… publicando, inclusive, artigos científicos em revistas renomadas, como o da Nature em 2005 que a comparou com a Encyclopædia Britannica. {Crês nisso? Tá aqui, ó.}. Saca esta citação do verbete em português da própria Wikipédia sobre sua confiabilidade:

Em dezembro de 2005 a revista Nature, da Inglaterra, realizou uma pesquisa para comparar uma amostra de artigos da Wikipédia e da Encyclopædia Britannica no tocante à sua precisão. A amostra incluía 42 artigos sobre tópicos científicos, incluindo biografias de cientistas bem conhecidos. Os artigos foram comparadas em termos da acurácia por revisores acadêmicos que permaneceram anônimos - uma prática comum para a análise de artigo jornalísticos. Segundo a análise, um artigo da Wikipédia continha em média 4 incorreções factuais, omissões e afirmações falsas, enquanto que um artigo da Britannica tinha em média 3. Foram encontrados apenas 4 erros graves na Wikipédia, e 4 na Encyclopædia Britannica. A conclusão do estudo foi de que: "a Wikipédia chega perto de Britannica em termos da precisão dos artigos de ciência",[3] embora os artigos da Wikipédia estivessem muitas vezes "mal estruturados".[3]

A Encyclopædia Britannica expressou preocupação, levando a Nature a liberar mais documentação de seu método de pesquisa.[4] Com base nessas informações adicionais, aEncyclopædia Britannica negou a validade do estudo da Nature, afirmando que era "fatalmente falho".

Podes conferir o verbete em inglês que traz mais informações, e referenciadas! <3

Sabendo de tudo isso, você ainda pode se perguntar: “E aí? Cito ou não cito a Wikipédia na minha monografia?”. Veja bem… Para minimizar problemas, siga estas orientações:

  1. Use-a como ponto de partida para sua pesquisa. É como se você tivesse consultando a Barsa nos tempos de escola {gente, como tô velha citando a Barsa! hahaha}.. você acessa lá a tela, tem uma ideia do que é o conceito e vá buscar outras fontes pra se aprofundar.
  2. Cheque se o verbete (artigo) traz as referências do conteúdo. Lá no final da página tem o tópico Referências, analise-as. Verifique se elas existem realmente, busque o formato completo delas, busque informações sobre seus autores citados, busque tudo o que você puder buscar pra validar as informações que estão lá. Este post pode te ajudar.
  3. Confronte as informações dadas no verbete com outras fontes. Leia criticamente o verbete e busque informações que confirmem o que se diz lá.
  4. Converse com o seu orientador. Há muita aversão da academia quando se cita a Wikipédia, pelo motivo que já citei: confiabilidade. Portanto, converse com seu orientador e se ele titubear {der um sinal negativo ou de dúvida}, não cite. A avaliação do seu trabalho pode ser prejudicada por isso. 🙁 {Use-a como a dica 1 recomenda.}

Trouxe esse tema pra relembrar que o mais importante de tudo é: ter em mente que não se pode acreditar em tudo o que se lê na internet. Seja crítico em suas leituras, pois vai te ajudar a desenvolver melhor seu trabalho, além de te ajudar a crescer como ser humano. 😉

Tem outra opinião sobre o uso da Wikipedia? Compartilha nos comentários! É sempre bom ter vários pontos de vista. <3