Referência e Citação ABNT de REALITY SHOW

Neste vídeo você vai aprender como fazer referência e citação de Reality Show usando as normas ABNT.

Saiba quais são os elementos essenciais e complementares, veja na prática um exemplo de citação e referência e conheça duas fontes de pesquisa para saber mais informações sobre filmes, séries e reality shows pra deixar sua referência ABNT completíssima!

Além de ficar por dentro de algumas fofocas da terceira temporada de Casamento às Cegas porque a vida não é só feita de TCC, né?!


Como fazer Referência de LIVRO pelas normas ABNT: a aula mais completa que você já viu

Olá, comunidade! 😎

Já fiz um post vapt-vupt sobre esse tema aqui no blog, mas neste vídeo mostro com riqueza de detalhes como você fazer a referência que vai servir como base para fazer outras tantas dos mais diversos tipos de documento. E ainda te entrego dicas preciosas de leitura. 🥰

Com todo esse conteúdo gratuito que te entrego aqui e no YouTube, se você ainda não é inscrito, acho que mereço sua inscrição no nosso canal no YouTube e um like nesse vídeo, mereço? 💙💙💙


 

 

Como referenciar um Ofício pelas normas ABNT

Oi gente! Espero que estejam bem. <3

Muita gente me envia dúvidas por e-mail ou nos comentários dos posts querendo que eu monte ou corrija referências… Quando é de um documento mais comum consigo responder numa boa, mas quando não é eu acabo demorando, pois preciso parar para estudar a norma com cuidado.

Por essa razão, vou responder essas questões com um post. Dessa forma, posso explicar com mais detalhes e ficará disponível para ajudar outras pessoas que possam ter a mesma dúvida. Blza?! 😉

Bom… vamos lá! Este post é uma resposta a um comentário da Maria Azevedo no post – {sorry, mas esse vai ser textão… hehehe}:

>> 5 dicas para referenciar fontes de autoria governamental.

 

Lembrando o seguinte: este é um post sobre a NBR 6023 da ABNT e a norma vigente hoje diz o seguinte:

1) Ofício está mencionado em duas seções da norma: a “7.11.3 Jurisprudência” e a “7.11.5 Atos administrativos normativos“. Vamos considerar as orientações da seção 7.11.5, pois suponho que é onde se enquadra o documento que a Maria precisou referenciar. Nessa seção são mencionados outros documentos além do ofício:

“[…] ato normativo, aviso, circular, contrato, decreto, deliberação, despacho, edital, estatuto, instrução normativa, ofício, ordem de serviço, parecer, parecer normativo, parecer técnico, portaria, regimento, regulamento e resolução, entre outros.”

2) Os elementos essenciais que a norma traz para referenciar esses documentos são os seguintes:

“[…] jurisdição ou cabeçalho da entidade (em letras maiúsculas); epígrafe: tipo, número e data de assinatura do documento; ementa; dados da publicação.”

3) E a norma completa: quando necessário, pode-se acrescentar no final da referência, como notas {para saber como incluir notas nas referências estilo ABNT, clique aqui}, outros elementos para descrever melhor o documento, tais como:

“[…] retificações, ratificações, alterações, revogações, dados referentes ao controle de constitucionalidade, vigência, eficácia, consolidação e atualização.”

Bom… Vocês conseguiram entender perfeitamente esse enunciado? Se sim, comenta aí: enunciado descomplicado, não preciso deste post. Se não, se liga no detalhe:

  • “[…] jurisdição – é o local onde o documento foi elaborado
  • ou cabeçalho da entidade (em letras maiúsculas); – entidade é o responsável pela autoria do documento {para saber mais, clique aqui}.
  • epígrafe: tipo, número e data de assinatura do documento; – epígrafe pra quem tá fazendo trabalho acadêmico é isso aqui, mas dentro de um ofício, beiberes, é outra cosita:
    • Segundo o Manual de Padronização de Atos Administrativos Normativos do Senado Federal {que foi o doc mais completo e confiável que encontrei para trazer essa explicação – disponível aqui}  epígrafe é um dos elementos preliminares de um ato normativo, ela indica a espécie do ato, a identificação da unidade ou autoridade administrativa emitente, o número e o ano.
  • ementa; – ainda segundo o manual do Senado citado acima, a ementa explicita o objeto do ato normativo, concisamente e sob a forma de título.
  • dados da publicação.” – que não estão tão explícitos na norma – e na minha opinião olhando os exemplos da própria norma dá a entender que são os dados de imprenta: local de publicação, editor/a e data de publicação.

Agora vamos exemplificar?

Antes disso, é importante saber que: para referenciar qualquer documento você precisa tê-lo completo em mãos, mas como a Maria não enviou o doc completo vou tentar montar a referência dela com o que temos. Ficaria assim:

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. Ofício/ Gab/ 13ª SR/ IPHAN/ N° 0767/2005. [S. l.]: IPHAN, 19 fev. 2005.

E agora mais um exemplo olhando este ofício:

BRASIL. Senado Federal. Secretaria-Geral da Mesa. Secretaria de Comissões. Coordenação de Apoio às Comissões Especiais, Temporárias e Parlamentares de Inquérito. Oficio n° 118/2017 – CPMIJBS. Brasília, DF: Senado Federal, 25 out. 2017. Assunto: Requerimento n° 249/2017 – CPMIJBS.

Se o ofício estiver disponível on-line, deve-se incluir os dados de disponibilidade e data de acesso {seção 7.11.6}, conforme exemplo a seguir:

BRASIL. Senado Federal. Secretaria-Geral da Mesa. Secretaria de Comissões. Coordenação de Apoio às Comissões Especiais, Temporárias e Parlamentares de Inquérito. Oficio nO 7512016 – CJDB. Brasília, DF: Senado Federal, 7 out. 2016. Disponível em: http://encurtador.com.br/hjpz2. Acesso em: 30 abr. 2021.

Ufa! Textão, hein? ‘:)
Mas caso ainda surjam dúvidas, joguem nos comentários.

Notas em referências ABNT

Quando você precisa identificar melhor a obra referenciada, a NBR 6023 permite que você inclua alguma nota.

Essa nota deve apresentar uma informação importante, como por exemplo: identificar um título original, inserir outros nomes de responsabilidade/autoria, explicar do que se trata o documento (tais como ofícios, memorandos etc.), facilitar a identificação e localização da fonte (como ISBN, OCID etc.), entre outros elementos considerados importantes dentro da sua realidade.

Para utilizar esse recurso, você precisa seguir as seguintes orientações:

  1. Posicionar a nota sempre ao final da referência – logo ali após o ano de publicação.
  2. A nota deve ser em língua portuguesa – afinal, a ABNT é uma norma brasileira e subentende-se que será aplicada em trabalhos escritos em português. Agoraaaa… se você está escrevendo seu trabalho em outro idioma e usando a ABNT sugiro (isso que vou dizer agora não tá na norma, tá?) que você descreva a nota no idioma no qual seu trabalho está sendo escrito. 😉
  3. A nota não deve ter nenhum destaque tipográfico – nada de lambuzar com negrito, itálico, sublinhado ou qualquer outro recurso que faça a nota ‘aparecer’.
  4. Em relação à traduções, a norma sugere alguns exemplos – a) Usar a expressão ‘Título original’ seguida por dois pontos e a transcrição do original; b) Mencionar as traduções feitas com base em outras traduções – {já peguei algumas referências de Sigmund Freud assim, por exemplo: a obra foi traduzida do alemão para o inglês e a tradução em português foi da versão em inglês. Entende? Se não, talvez os exemplos possam ajudar…

EXEMPLOS:

PRETO; L. T. et al. Validation of the Family Health Behavior Scale for the Brazilian population. Jornal de Pediatria, [s. l.], 14 May 2021. No prelo. Disponível em: https://jped.elsevier.es/en-pdf-S0021755721000693. Acesso em: 27 maio 2021.

SHELDON, S. Se houver amanhã. Rio de Janeiro: Record, 1999. Título original: If tomorrow comes.

SOUZA, I. O amor não falha. Recife: [s. n.], 1985. 124 p., il. Versão inglesa de Ivan Turguêniev do original russo.

_____________________

É isso! Ajudou? Deixe seus comentários ou dúvidas. 😉