Saiba como referenciar teses e dissertações no Estilo Vancouver

OOoooiiiiii!! Tudo na paz, povo meu?

No seu referencial teórico tem citação de tese e dissertação? Nãoooooo?!
É importante buscar nesse tipo de fonte, visse… nem que seja só pra dizer que você pesquisou e não encontrou nada. Neste post explico {bem ligueiro} a importância de pesquisar em literatura cinzenta. 😉

Vamos lá praqueles exemplos rápidos pra referenciar tese ou dissertação no Estilo Vancouver?Não tem segredo… O template pros dois tipos é o seguinte:

[Autor]. [Título: subtítulo] [tipo de publicação]. [cidade de defesa]: [instituição de defesa]; [ano]. [total de páginas] p.

Pronto. Todos esses colchetes que estão em vermelho saem, o único que fica obrigatoriamente é o do tipo de publicação ou de outra informação que tenha sido retirada fora da fonte de informação.

Agora olha na prática como fica o exemplo:

DISSERTAÇÃO
Francisco MB. Informação ambiental e mudança cultural: a escola em rede [dissertação]. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro; 2011. 92 p.

TESE
Weisbaum LD. Human sexuality of children and adolescents: a comprehensive training guide for social work professionals [master’s thesis]. Long Beach (CA): California State University, Long Beach; 2005. 101 p.

Esse último exemplo copiei e colei do próprio citing medicine que tem um montão mais lá..
Corre lá pra ver e se tiver dúvida chama aqui ou no instagram que tento ajudar. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *