5 dicas para referenciar vídeo do YouTube {estilo ABNT}

Eita que eu me lasquei nesta quarentena e não tive tempo nem de ver o cheiro deste lugar que vos falo. Foi tanto trabalho, mas tanto trabalho que no descanso só queria dormir… e pra você como tem sido esse período?

A avalanche de informação relacionada a pandemia da COVID-19 era de se esperar, e tem muito conteúdo de qualidade {produzido por especialistas} sendo publicado em plataformas de vídeo online. Se você está fazendo algum trabalho que precise citar as fontes consultadas, certamente, deve ter na sua lista um vídeo do YouTube.

Pensando nisso, acho que posso ajudar uma galera a fazer a referência seguindo a regra da NBR 6023:2018 da ABNT.

  1. O item da 6023 que você deve observar é o “7.13.2 Filme, vídeos, entre outros em meio eletrônico”;
  2. Os elementos essenciais para descrição de vídeo são: título, diretor e/ou produtor, local, empresa produtora ou distribuidora e data;
  3. Além dos elementos acima, o 7.13.1 também traz como essencial a especificação do suporte em unidades físicas, mas como vídeo do YouTube não está em unidade física substituiremos essa informação pelos velhos “disponível em” e “acesso em”;
  4. O primeiro elemento essencial da referência de vídeo é o TÍTULO, sendo assim você deve seguir a regra 8.2.1 deixando em letras maiúsculas o artigo (se houver) e a primeira palavra do título;
  5. Sempre veja a descrição completa do vídeo, pois lá você pode encontrar as informações necessárias para elaborar a referência.

Agora vai o que eu mais gosto de deixar aqui pra facilitar a sua vida: exemplos! <3

 

ATUALIZAÇÕES e essa tal imunidade de rebanho. [Produzido por] Atila Iamarino. [S. l.]: Serrapilheira, 24 jul. 2020. 1 vídeo (71 min). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=KjFt7jPSJ2M. Acesso em: 30 jul. 2020.

 

O INÍCIO da carreira de Elza Soares. [S. l.: s. n.], 27 jul. 2020. 1 vídeo (4 min). Publicado pelo canal Meteoro Brasil. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=j4n4TnKKKJA. Acesso em: 30 jul. 2020.

 

E aí, ajudou? Se houver alguma dúvida ou quiser ajuda com outra norma, pede nos comentários. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *