O que vi {e vivi} na I Oficina Avançada para Elaboração de Estratégias de Busca de Informação em Saúde

Oiii! Tudo tranquilo com você? Como andam suas pesquisas para compor o referencial teórico do seu trabalho científico? Se precisar de ajuda grita, visse?! hehehe

Hoje quero compartilhar uma experiência {e grande oportunidade} que tive semana passada com profissionais bibliotecários incríveis. Fui convidada, como representante do IMIP, para participar da I Oficina Avançada para Elaboração de Estratégias de Busca de Informação em Saúde, realizada no Rio de Janeiro, promovida pelo INCA, Ministério da Saúde e Bireme.

Pois bem, a ideia da oficina foi, principalmente, o start pra formar uma Rede de Bibliotecários Estrategistas, capacitando-nos para elaborar estratégias avançadas de busca nas principais bases de dados em saúde e {de tabela} alimentar o repositório de estratégias de busca, {acesse este repositório pois você pode encontrar estratégias prontas de pesquisa, talvez a que você precise já esteja lá. #SeLigaNessaDica! hehehe}, disponível na BVS. Tal necessidade surgiu pq com tanta informação disponível neste mundão virtual nosso, fica difícil recuperar tudo o que já foi publicado. Mas se você souber procurar, vai encontrar informação relevante sem perder tanto tempo. Daí na oficina aprendemos várias formas de pesquisa avançada. 😉

Ler mais


5 fontes de informação poderosas para alavancar suas pesquisas em saúde

"Muitas vezes, sentimo-nos impotentes perante o vórtice informacional, no qual se acoplam meios e mensagem, em uma poderosa sinergia geradora de compulsividades, tanto ligadas à impraticável atualização de conhecimentos como à busca insaciável de orientações, preceitos, aconselhamentos, referências. Em especial aquelas dirigidas ao âmbito da saúde, que, infelizmente, tendem também a carecer de perenidade." (CASTIEL e VASCONCELLOS-SILVA, 2006, p. 46)

Você também sente esta impotência do quando dá de cara com o levantamento bibliográfico de sua pesquisa? Difícil saber para que lado nadar num oceano de informações, principalmente quando você está em alguma área da saúde, né? Pois bem.. foi por perceber isso que me encantei pela área de informação em saúde e decidi mergulhar de cabeça para ajudar profissionais como você.

Em minha principal atividade profissional, lá no IMIP, quando vou orientar estudantes e profissionais que buscam por informação, tanto pra se atualizar/formar quanto para desenvolver pesquisas, indico as seguintes fontes de informação para começar:

bireme

Biblioteca Virtual em Saúde (BVS/Bireme) – é um portal que promove o acesso livre e democrático à fontes de informação científica e técnica em saúde da América Latina e do Caribe, englobando bases como a Lilacs e Medline, além de inúmeras coleções gerais e temáticas alimentadas pela Rede BVS.

Ler mais